LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

SC retira cobrança antecipada de ICMS de materiais de construção e eletroeletrônicos

Os próximos itens serão os fármacos, automóveis e autopeças, vinhos e água mineral.


Dando sequência ao processo de desoneração da cadeia produtiva em Santa Catarina, o Governo do Estado revogou a cobrança de ICMS por Substituição Tributária (ST) de diversos produtos.

Foram contemplados materiais de construção e elétricos, lâmpadas, reatores, tintas, vernizes e similares, além de artigos de papelaria e eletroeletrônicos.

O decreto foi publicado na semana passada, no Diário Oficial e entrará em vigor a partir de 1° de maio.

“A desoneração da indústria é importante para o desenvolvimento econômico. No ano passado, retiramos diversos segmentos da ST e, como consequência, tivemos um incremento significativo na arrecadação em 2019”, explica o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli.

No modelo de Substituição Tributária, o recolhimento de tributos é antecipado, realizado no início da cadeia produtiva.

Sem a aplicação do regime, a cobrança do ICMS é feita após a venda ao consumidor final.

O secretário ressalta que o governo catarinense está trabalhando em uma nova política industrial, com o objetivo de simplificar e padronizar a legislação vigente, diminuindo o custo tributário para as empresas e melhorando os mecanismos de fiscalização para o setor público:

“Junto com o setor produtivo, estamos elaborando uma legislação única, que simplifique os trâmites tributários e dê competitividade para a economia catarinense”.

As alterações terão efeitos tanto nas operações internas como nas interestaduais que tenham como destino Santa Catarina.

Os próximos itens a serem retirados da ST serão os fármacos, automóveis e autopeças, vinhos e água mineral.

Em 2018, foram excluídos deste modelo de tributação os produtos alimentícios, materiais de limpeza e utilidades domésticas.

Fonte: Noticenter

#cobrança #ICMS #substituiçãotributária

0 visualização0 comentário