top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Recrutamento e seleção: 7 etapas para fazer uma contratação assertiva

Saiba como o RH pode atrair o candidato certo para a empresa e se destacar no mercado.


O recrutamento e seleção é a área de Recursos Humanos (RH) que tem o objetivo de atrair, escolher e contratar candidatos assertivos para uma vaga de emprego. Esse processo ocorre por meio de entrevistas e testes de competências.


Encontrar o talento certo é fundamental para construir uma empresa de destaque no mercado. E isso vai se tornar ainda mais relevante a cada ano.


Confira quais são as etapas fundamentais para esse processo.


Atraia os candidatos certos


A etapa de atração de candidatos é extremamente importante e começa antes de publicar a vaga. Ela começa quando se constrói um Employee Value Proposition (EVP) para a sua organização, ou seja, se define as vantagens do seu negócio diante da concorrência.


Portanto, a imagem da empresa é o primeiro passo para atrair candidatos de alto potencial para seu time. Para isso, busque criar uma proposta de valor sólida, que agregue benefícios diferenciados, cultura e ambiente de trabalho atrativos e oportunidades de crescimento e salários competitivos, como:

  • Um título que atraia as pessoas certas;

  • Uma descrição de vaga motivadora;

  • Requisitos obrigatórios e desejáveis para aquele cargo;

  • Um resumo sobre a empresa e detalhes como salário e benefícios.

Após estruturar a vaga, certifique-se de selecionar corretamente os meios de divulgação, a fim de atingir o público desejado.


Alinhamento de vaga RH e gestor


A liderança por si só já não é uma função fácil e o gestor precisa ter domínio da equipe para planejar ações, estabelecer metas e almejar resultados. Sendo assim, os profissionais contratados precisam corresponder às exigências do líder imediato.


O RH, junto ao gestor, deve desenhar cada vaga de acordo com a necessidade da área. Veja os passos desse alinhamento para suprir as lacunas da vaga que um bom profissional deve suprir:

  • Cargo e nível a ser preenchido;

  • Competências e habilidades necessárias;

  • Definição de salário, regime de contrato, benefícios;

  • Resultados esperados.

Triagem de currículos


Os currículos dos profissionais devem ser interpretados sempre em busca de informações relevantes sobre suas competências. Para garantir que o melhor seja identificado na triagem, um conjunto de etapas menores precisam ser realizadas:

  • Realizar um bom planejamento da vaga;

  • Construir um job description atraente;

  • Utilizar testes online e offline;

  • Aplicar dinâmicas, painéis e outras etapas vivenciais;

  • Treinar gestores e recrutadores;

  • Planejar programas de indicação, se necessário;

  • Utilizar um software que auxilie na triagem de forma assertiva.

Checagem da indicação


Embora as recomendações possam ser positivas e defensoras, nem sempre o profissional indicado é o melhor perfil para a vaga que está em aberto. Por isso, é importante levar em conta a postura de engajamento e dedicação de quem fez a indicação.


Se a empresa não fizer objeções em aceitar a indicação de profissionais por parte dos funcionários, o processo de recrutamento deve ser totalmente imparcial para dar a chance ao candidato de se apresentar sem a responsabilidade de ser totalmente compatível conforme a indicação aparentemente sugere.


Entrevista estruturada


A entrevista estruturada consiste em um roteiro de perguntas elaboradas previamente e aplicadas igualmente entre os candidatos. Isso possibilita maior objetividade e imparcialidade na avaliação das respostas.


Inclusive, pesquisas mostram que o preparo do momento da entrevista tem grande chance de aumentar a assertividade da contratação e reduzir a rotatividade.


O ideal é planejar para colher o máximo de informações relevantes, que devem levar em consideração:

  • Os valores e cultura da empresa;

  • As competências esperadas do colaborador;

  • As habilidades esperadas pela área de negócio contratante;

  • Os tipos de pergunta existentes para criar um roteiro completo (Gerais, Situacionais, Comportamentais e Técnicas).

Definir a faixa salarial


Mesmo que a empresa tenha um departamento de cargos e salários, com escala progressiva por competências, na hora de estruturar a vaga para o recrutamento e seleção é essencial determinar o salário para o cargo que será ocupado.


É importante pesquisar o mercado e oferecer uma remuneração condizente com as competências e formação dos candidatos à vaga, caso contrário, a empresa pode perder um excelente profissional para outra oportunidade financeira.


Por outro lado, tenha cuidado em relação a essa definição, pois, caso um profissional seja contratado com salário maior do que os demais funcionários, a transparência e especificidades das funções que justifiquem um salário diferenciado devem ocupar um lugar de destaque na comunicação interna para evitar ruídos e desmotivação.


Indicadores de recrutamento e seleção


Por fim, aplique indicadores de desempenho. É por meio dessas ferramentas que o departamento consegue identificar o que está funcionando e quais pontos devem ser melhorados a fim de garantir o máximo aproveitamento do quadro de funcionários.


Fonte: Portal Contábeis, por Danielle Nader.

99 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page