top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Bill Gates:“As empresas se distinguirão pela forma como usam Inteligência Artificial”, diz em artigo

O bilionário Bill Gates, criador da Microsoft, divulgou um artigo em seu blog, o Gates Notes, com o título “A Era da Inteligência Artificial começou”, no qual ele aborda as transformações que essa tecnologia pode realizar no mundo. Gates destacou as mudanças em áreas como mercado de trabalho, educação e saúde, essa última uma área que ele tem focado bastante por meio da Gates Foundation, organização que foca em problemas de países de terceiro mundo.


Em seu artigo, Gates afirma que durante sua vida apenas duas vezes ele viu demonstrações de tecnologias que ele percebeu imediatamente como revolucionárias.


“A primeira foi em 1980, quando conheci uma interface gráfica, que foi pioneira para todos os modernos sistemas operacionais, inclusive o Windows”, diz Gates.


“A segunda ocorreu quando eu me encontrei com a equipe da OpenAI e no ano passado dei a eles um desafio: desenvolver uma inteligência artificial que poderia passar em um teste avançado de Biologia, tornando-a capaz de resolver questões para as quais não havia sido treinado especificamente para responder. Eu achei que o desafio manteria eles ocupados por alguns anos, mas eles completaram em alguns meses”, continua o empresário.


O resultado foi a ferramenta que tem dominado as discussões sobre o futuro da tecnologia e da IA: o ChatGPT.


“Eu fiquei espantado quando eles pediram para o GPT resolver um teste de 60 questões de múltipla escolha e ele acertou 59 de 60”, diz Gates.


A partir daí, Gates escreve como a inteligência artificial, sobretudo com o desenvolvimento extraordinário que ele presenciou com o ChatGPT, pode ser “tão fundamental quanto a criação do microprocessador, do computador pessoal, da Internet e do telefone celular. [A Inteligência Artificial] mudará a maneira como as pessoas trabalham, aprendem, viajam, obtêm assistência médica e se comunicam umas com as outras. Indústrias inteiras se reorientarão em torno dela. As empresas se distinguirão pela forma como a usam”.


Focando no seu principal projeto atual, a filantropia, Gates diz que a IA pode reduzir algumas das piores desigualdades do mundo.


“Globalmente, a pior desigualdade está na saúde: 5 milhões de crianças menores de 5 anos morrem todos os anos. Isso está abaixo dos 10 milhões de duas décadas atrás, mas ainda é um número surpreendentemente alto. Quase todas essas crianças nasceram em países pobres e morreram de causas evitáveis, como diarreia ou malária. É difícil imaginar um uso melhor de IAs do que salvar a vida de crianças.”


Preocupação com novas tecnologias


Gates também aproveitou para afastar alguns medos entre o público sobre o desenvolvimento da IA.


“Qualquer nova tecnologia tão disruptiva certamente deixará as pessoas desconfortáveis, e isso é verdade com a inteligência artificial. Eu entendo o porquê – levanta questões difíceis sobre a força de trabalho, o sistema jurídico, privacidade, preconceito e muito mais. IAs também cometem erros factuais e experimentam alucinações”, diz ele no artigo.


Apesar disso, ele afirma que está confiante que a tecnologia poderá “ajudar a capacitar as pessoas no trabalho, salvar vidas e melhorar a educação”, áreas que ele considera as mais importantes para aplicação da IA.


Fonte: Portal IstoÉ Dinheiro, por Marcelo Almeida.

27 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page