top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Cuidados fiscais antes de comprar uma empresa

Analisar documentos como CNPJ, balancetes, débitos e processos são fundamentais.

Se a sua intenção é empreender, já deve ter percebido que comprar empresas é uma tarefa um pouco complicada, uma vez que antes de efetivar o negócio é preciso passar por umas etapas.

Todavia, há uma forma simples de conseguir uma solução para este problema antes mesmo que ele apareça: a busca de muita informação para ter certeza de que não irá correr nenhum risco.

A seguir, vamos falar sobre esse tema. Acompanhe!


Comprar empresa em funcionamento


Antes de conhecer as etapas de um processo de compra de empresas no Brasil é importante entender os motivos que levam uma empresa a ser vendida. Esses podem ou não ser um sinal de que esse investimento vai dar certo.

De acordo com o Sebrae, um dos principais motivos de venda é a falta de planejamento ou capacidade para administrar o negócio. Isso porque o empresário precisa de ambas as ações para manter sua empresa.

Nesse sentido, somente a vontade de empreender leva à falência que, nesses casos, é praticamente inevitável, forçando o dono ou os donos a vender sua empresa para outras pessoas.


Cuidados antes de comprar uma empresa


Entenda bem, antes da compra é necessário checar algumas informações fiscais e contábeis para não “entrar numa furada”, como se diz no popular.

Nessa linha, o Código Civil Brasileiro é bem claro e diz que o novo dono ou sócio torna-se responsável por sanar quaisquer problemas em aberto. Portanto, busque descobrir:


  1. Se a empresa tem um CNPJ;

  2. Se a empresa possui algum débito fiscal;

  3. Se está sendo processada por algum motivo;

  4. Se possui alguma dívida com funcionários, em relação a férias, por exemplo;

  5. Se possui boa relação com seus fornecedores e clientes.


A próxima etapa é a checagem de documentação.

É necessário averiguar tudo que for possível em relação a toda documentação da empresa, desde contratos e carteira de clientes até dados fiscais. Nesse último caso, a ajuda de um bom escritório de contabilidade é fundamental.

Outra recomendação é fechar um acordo de confidencialidade. Isso indica que você não usará as informações sigilosas da empresa em questão para qualquer outra finalidade que não seja a tomada de decisões sobre comprá-la ou não.

Outro ponto importante é verificar os contratos em vigor. Se a empresa já possui algum contrato de concessão ou um arrendamento atual para o local onde está instalada, esteja ciente de que você terá duas escolhas: assumir os pactos existentes ou negociar novos contratos.

Analise as declarações fiscais da empresa nos últimos cinco anos. Isso irá ajudá-lo a verificar a rentabilidade real do negócio e ficar ciente de qualquer tipo de responsabilidades fiscais e dívidas.


Conclusão


Conte com a ajuda de um contador para avaliar contabilmente a situação financeira e patrimonial da empresa. Examine o Balancete ou Balanço da empresa.

Nos demonstrativos existem as estruturas denominadas como Ativo e Passivo. Dessa forma, você poderá conseguir ter uma maior clareza das informações que estão sendo apresentadas.

Fonte: Rede jornal contábil, por Ana Luzia Rodrigues.

28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page