top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Secretaria da Fazenda realiza operação na Serra catarinense

Com o apoio das Polícias Militar (PMSC) e Militar Rodoviária (PMRv) de Santa Catarina, auditores fiscais da Secretaria da Fazenda de Santa Catarina (SEF/SC) realizaram mais uma etapa da operação “Com Nota Fiscal Vai Legal”, em São José do Cerrito e em Painel, municípios da Serra catarinense. O objetivo da ação, efetuada entre os dias 18 e 20 de janeiro, foi a verificação do cumprimento de obrigações tributárias no transporte de mercadorias e produtos extrativos, como a emissão de notas fiscais e o recolhimento dos tributos devidos.


“A fiscalização faz parte do acordo de cooperação entre a Secretaria da Fazenda e a Federação Catarinense de Municípios. A integração das entidades é útil para a identificação dos ilícitos e combate às fraudes tributárias, especialmente o transporte sem a emissão de notas fiscais e a emissão de documentos fiscais com valores subfaturados, prejudicando o movimento econômico dos municípios e a arrecadação tributária estadual”, afirma a gerente de Fiscalização da SEF/SC, Danielle Neves.


Durante a operação, foram abordados um total de 32 veículos e constatado o transporte de toras de pinus sem documento fiscal no valor de R$ 45.534,00, correspondente a 214 toneladas da mercadoria. Além disso, foi realizada diligência em estabelecimento madeireiro sem regular inscrição estadual com R$ 254.500,00, com o equivalente a 1.470 toneladas de toras de pinus em estoque sem documento fiscal.


Cooperação com a Fecam


O acordo de cooperação “Com Nota Fiscal Vai Legal”, firmado em 2013 entre a SEF/SC e a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) vem sendo prorrogado anualmente, possibilitando que os municípios e as Associações de Municípios auxiliem a Fazenda Estadual, enviando informações sobre mercadorias em trânsito e promovendo ações de educação fiscal. “Em contrapartida, verifica-se maior conscientização dos empresários e produtores sobre a correta emissão de documentos fiscais, o que reflete em retorno de ICMS para os municípios”, esclarece Danielle Neves.


Fonte: Governo de Santa Catarina.

54 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page