LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Quase 25 milhões de brasileiros tiveram seus dados violados

O Brasil foi o sexto país do mundo que mais sofreu violações de dados em 2021, segundo mostra um estudo da empresa holandesa de serviços de VPN Surfshark. Segundo esse levantamento, 24,19 milhões de usuários brasileiros perderam dados durante uma ou várias violações ocorridas este ano.

Em que pese a posição de destaque global, o volume de violações representa uma redução de 30,9% sobre os incidentes de segurança ocorridos em 2020, quando foram registradas 35 milhões de contas violadas. Vale lembrar que o Brasil oscila entre a 4ª e 5ª maior população conectada do mundo.

Na análise global, os cinco países com o maior número de violações de dados respondem por mais da metade de todos os vazamentos de 2021. Os EUA ficaram em primeiro lugar no mundo, com um total de 214,4 milhões de usuários americanos violados. O Irã, que ficou em segundo lugar, teve 156 milhões de usuários violados, seguido pela Índia (86,6 milhões), Rússia (27 milhões) e França (24,6 milhões).

A análise do banco de dados do Surfshark Alert determinou que 2021 foi um pouco pior do que o anterior em termos de casos de violação de dados. Nos primeiros 11 meses de 2021, 952,8 milhões de contas foram violadas, o que significa que 1 em cada 5 pessoas foi afetada globalmente. Em contraste, 921,8 milhões de violações ocorreram em 2020 durante o mesmo período, sinalizando um crescimento de 3,4% e 31 milhões de usuários de Internet comprometidos.

“O crescimento de usuários violados é alarmante, considerando os danos à reputação e financeiros que podem ser causados quando os dados privados de uma pessoa são roubados ou vazados. Os criminosos podem usá-lo em vários esquemas ilegais, como e-mails de phishing, chamadas bancárias falsas e até mesmo roubo de identidade ”, explica Vytautas Kaziukonis, CEO da Surfshark. “Infelizmente, essa tendência não vai a lugar nenhum. Portanto, todos os usuários da Internet devem se educar sobre a privacidade online e tomar medidas preventivas para se proteger ”.

O Oriente Médio se destacou particularmente entre os países que mais cresceram em termos de violações. O Irã teve o maior crescimento anual de 10842% (de 1,4 milhões para 156,1 milhões), principalmente devido à violação do Raychat.io em 2021, um dos aplicativos de mensagens mais populares do país. O Sudão ficou em segundo lugar com um aumento de 4178%, enquanto os Emirados Árabes Unidos, Iraque e Índia fecharam os cinco primeiros em termos de crescimento.

Os vinte principais países mais violados deste ano em ordem decrescente são: EUA, Irã, Índia, Rússia, França, Reino Unido, Iraque, Coreia do Sul, China, Canadá, Itália, Alemanha, Espanha, Austrália, Sudão, Emirados Árabes Unidos, Holanda, Montenegro, Turquia.


Fonte: Convergência Digital.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo