LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Fenacon participa do lançamento do eSocial simplificado no Palácio do Planalto


Programa ‘Descomplica Trabalhista’ que irá revisar 2 mil normas trabalhistas também foi anunciado.


A convite do ministro da Economia, Paulo Guedes, a Fenacon participou, nesta quinta-feira (22/10), do lançamento de um formulário simplificado para o eSocial, sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas, em cerimônia que ocorreu no Palácio do Planalto, e contou com a presença de várias autoridades, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro.

De acordo com o Ministério da Economia, as mudanças no formulário simplificam o preenchimento de informações e eliminam campos desnecessários. A modernização do eSocial é bandeira defendida pela Fenacon, que, inclusive, contribuiu com demandas prioritárias que sugerem a simplificação e racionalização das obrigações acessórias para melhorar o ambiente de negócios no Brasil.

O programa Descomplica Trabalhista, que irá revisar 2 mil normas trabalhistas nas próximas duas semanas, também foi anunciado durante o evento. “É preciso tirar o Estado do cangote da população. Alguém que tem seis vaquinhas e está tirando leite precisava de um contador para preencher um formulário com duas mil perguntas. É um absurdo. E se não fizesse dessa forma ainda recebia multa”, ressaltou Paulo Guedes que revogou 48 portarias na oportunidade.

O secretário Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo está entregando normas mais racionais, sem prejuízos para o trabalhador e para o empresário. “Nós teremos o fim de muitas obrigações sem fundamentação alguma, muitas prestações de informações duplicadas”, disse.

Bianco reforçou que ficaram apenas as informações que ainda são essenciais e ressaltou que o empresário brasileiro vai ter muito mais simplicidade. “Teremos o fim de obrigações sem nenhuma fundamentação legal. Pequenos empresários passarão a resolver seus problemas pessoalmente, sem nenhum tipo de necessidade de outro custo que inviabilizaria o seu negócio, o que resulta na redução significativa de seus custos e na melhoria do ambiente de negócio”, afirmou.

Para o secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo, essa evolução não seria possível sem as contribuições da Fenacon e de toda a classe contábil. O gerente-geral da Federação, Josué Tobias, participou do evento representando o presidente da instituição, Sérgio Approbato.

Fonte: Fenacon

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo