top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Empresas nacionais padecem com backup mal feito após um ataque hacker

"São tempos complexos para as áreas de Tecnologia", decreta o CEO da startup Inove Solutions, Walter Troncoso, ao falar dos ataques hackers repetidos, variados e de difícil rastreamento.


O executivo informa ainda que o backup mal feito - uma realidade para mais de 60% das empresas avaliadas pela Inove Solutions- agrava ainda mais a questão.


"É impossível recuperar, com rapidez uma informação, sem um backup correto. E as tecnologias usadas são ultrapassadas na maioria das empresas, em especial, nas grandes", destaca Troncoso, em entrevista ao Convergência Digital.


A Inove Solutions, criada há três anos, aposta no diagnóstico da TI - ofertado gratuitamente - para definir planos de ação. Trancoso explica que o diagnóstico de TI provê informações para o plano de disaster recovery (recuperação de desastres), identifica as falhas de segurança e a causa raiz do aumento dos custos na área.


Neste estudo, são cobertos desde a segurança da informação, otimização da infraestrutura, performance e capacidade de armazenamento, desempenho de backup, estrutura de redes, integração de sistemas e qualidade dos investimentos até performance dos bancos de dados, BI (business intelligence ou inteligência de negócios) e sistemas corporativos.


"Ofereço o diagnóstico gratuito para definir ações mais eficientes com quem quer contratar o serviço. Uma área de TI que saiba identificar suas vulnerabilidades tem muito mais facilidade para deixar de ser apenas um fazedor ou para apenas apagar incêndios. A conta dos ataques hackers cai na TI, mas ela é de todos", observa Troncoso.


O executivo é taxativo: muitas empresas, apesar dos ataques sucessivos, ainda não se deram conta do real impacto de perder dados.


"A verdade é que a maioria não tem um plano de recuperação de desastre. Se o data center pegar fogo? quem recupera os dados? Se um ataque hacker entrar, quais informações serão recuperadas primeiro? Poucas empresas têm essas respostas", afirma o CEO da Inove Solutions.


A falta de mão de obra especializada é uma vulnerabilidade, uma vez que não há continuidade do quadro de profissionais - seja na própria empresa ou numa terceirizada contratada para gerir a Tecnologia. E os erros acontecem, especialmente, nas implementações, o que termina por impactar as decisões gerenciais.


"Sem os dados corretos, as decisões não são as melhores.


Sabemos que os orçamentos estão apertados, mas a TI não pode e não deve ser vista apenas como fazedora. Ela faz parte do negócio e precisa ter peso nas decisões.


Como já disse, a conta de um ataque termina na TI, mas ela é apenas um elo na companhia", finaliza.


Fonte: Convergência digital.

14 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page