LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Dispensa de realização de exame na volta do afastamento por maternidade

Desde 03 de janeiro de 2022, entrou em vigor o novo texto da Norma Regulamentadora – NR 07, que estabelece diretrizes e requisitos para o desenvolvimento do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO nas empresas, com o objetivo de proteger e preservar a saúde dos empregados, como por exemplo, em caso de afastamento por maternidade.


E de acordo com o novo texto, as empregadas estão dispensadas da realização do exame de retorno ao trabalho em caso de parto.


A redação anterior determinava que ao final da licença maternidade a mulher realizasse o exame de retorno ao trabalho. O novo texto excluiu essa exigência.


Veja como ficou a nova redação da NR 07 sobre o afastamento por maternidade


Item 7.5.9: No exame de retorno ao trabalho, o exame clínico deve ser realizado antes que o empregado reassuma suas funções, quando ausente por período igual ou superior a 30 (trinta) dias por motivo de doença ou acidente, de natureza ocupacional ou não.


Como podemos observar, o item 7.5.9 não traz mais a parte que citava que o exame de retorno fosse realizado em caso de parto. Assim, tal exame por motivo de parto deixou de ser obrigatório a partir de 03 de janeiro de 2022, data em que entrou em vigor a nova redação citada.


A alteração em si, trouxe um grande benefício às mulheres, pois agora, elas poderão sair de férias, emendando com o final da licença maternidade, pois não há obrigatoriedade de realização do exame de retorno ao trabalho.


Ressalte-se que para que seja possível iniciar as férias logo após o final da licença maternidade, a mulher precisa ser comunicada com pelo menos 30 dias de antecedência do início de suas férias, conforme determina a CLT.


Fonte: Contmatic News.

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo