top of page
LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

Brasileiro trabalha em média 150 dias para pagar impostos, diz estudo

Para pagar seus impostos, o brasileiro médio precisa trabalhar 149 dias por ano, conforme o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação). O estudo calculou que a carga tributária média ocupa 40,71% do rendimento do trabalhador brasileiro.


O instituto levou em consideração as tributações federal, estadual e municipal sobre a renda, o patrimônio e o consumo.


O IBPT comparou o impacto na renda em 3 faixas salariais:


  • a 1ª de quem recebe até R$ 3.000;

  • a 2ª, de R$ 3.000 a R$ 10.000; e

  • a 3ª acima de R$ 10.000.

A faixa que mais trabalha para pagar os tributos é a chamada classe média (de R$ 3.000 a R$ 10.000), com 155 dias por ano.


Já a com menos tempo é a de até R$ 3.000: são necessários 141 dias por ano para pagar seus impostos. Quem recebe acima de R$ 10.000 precisa de 148 dias.


O estudo também disponibilizou um comparativo dos dias trabalhados para pagar a tributação por média de cada década:


  • 1970  76 dias;

  • 1980  77 dias;

  • 1990  102 dias;

  • 2000  138 dias;

  • 2010  141 dias;

  • 2020  151 dias.

Pior retorno do imposto para o IDH


O mesmo instituto também divulgou um estudo mostrando que o Brasil tem o pior retorno do imposto para o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). A pesquisa considerou os 30 países com maiores cargas tributárias do mundo.


Para fazer o cálculo, o instituto considera o IDH de cada país, medido de 0 a 1. Quanto mais próximo do 1, melhor o cenário de educação, saúde e expectativa de vida de uma nação. Além do índice, a pesquisa calcula a participação da carga tributária no PIB (Produto Interno Bruto) do país. A partir desses 2 fatores, estabelece o Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade, ou IRBES.


No caso do Brasil, a carga tributária corresponde a 32,39% do PIB. Trata-se da 24ª maior tributação dentre os países considerados pelo levantamento. O IDH, por sua vez, fica em 0,760, o mais baixo do grupo. Todos os números considerados dizem respeito ao ano de 2022.

 

Fonte: Poder360cc.

8 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page