LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

A importância do elogio

Elogiar é uma atitude de reconhecer o que o outro faz de bom, ou algo bom em si mesmo. É uma ação simples, que todos somos capazes de realizar. O elogio gera vários benefícios: fortalece as qualidades da pessoa, as habilidades, provoca alegria, estreita vínculos, promove autoconfiança e segurança, ajuda a aliviar o peso das dificuldades, fortalece o senso de eu, a identidade etc.

Porém, com facilidade esquecemos desse ótimo recurso no nosso dia-a-dia, e podemos acabar por ver somente os aspectos difíceis do(s) outro(s) ou de si próprio, enxergando o mau-humor, a agressividade, a acomodação, o ativismo, o baixo rendimento escolar, a bagunça, a hostilidade, o desleixo…

O elogio é fundamental em todos os ambientes: na família, no trabalho, nas amizades, nos estudos… O clima, o rendimento no trabalho, por exemplo, é muito melhor quando os funcionários são elogiados pelo bom desempenho, pelas boas ações realizadas.

Alguns cuidados são importantes ao elogiar o outro. Procure ser específico. Assim, por exemplo, se sua filha lhe mostra um desenho que fez, ao invés de dizer “que desenho lindo”, tente dizer o que no desenho está lindo (como, “que bonita sua casa, você a fez muito bem”).

Evite também expressões gerais como “você é uma ótima desenhista”, que podem gerar angústia e preocupação quando ela não gostar de um desenho seu, para tentar atingir a visão que o pai/mãe tem dela. É importante ser direto e claro no elogio.

Outro ponto a ser cuidado é a congruência. Se você não achou a casa do desenho linda, é melhor não dizer que está linda, optando, então, por outro comentário (se for conveniente), podendo ser algo como “que colorida sua casa”. Ser verdadeiro propicia o contato consigo e com os outros, facilitando relações mais autênticas.

Elogiar é diferente de confirmar. A confirmação remete ao ser, enquanto que o elogiar remete mais ao fazer (ainda que tenha relação e repercussão no ser). Dizer “você é muito importante” não é um elogio. Ninguém precisa fazer nada para ser importante.

A pessoa é importante simplesmente por ser pessoa. É um valor, uma importância intrínseca, que independe do que faça ou venha a fazer. Ao dizer e reconhecer que o outro é importante, e é para mim, estou lhe confirmando na sua existência, no seu ser.

A confirmação ainda está relacionada com a acolhida incondicional do outro e ao respeito pelo que experimenta. A pessoa vai se sentir e saber importante pela forma como vai ser tratada nas diferentes relações na vida. Muito dificilmente alguém se descobre importante sozinho.

Assim, por exemplo, se a criança diz para a mãe que está com medo do escuro, a atitude da mãe que irá confirmar a filha e sua experiência é a acolhida, um abraço, com falas como “entendo seu medo; quer que eu faça algo?; às vezes sentimos medo”.

Ao contrário, a mãe dizer “que bobagem, filha, não tem porque ter medo de escuro, não tem nada, olha”, não acolhe o sentimento da criança (ainda que a mãe esteja realmente querendo ajudar e achando que está fazendo o melhor), distancia dela mesma, impede soluções criativas a partir do contato da criança consigo e com mãe…

A confirmação reconhece o sentimento do outro, valoriza-o independente(mente) das atitudes.  O menino não é importante e especial quando faz o tema bem feito, mas sempre.  E é importante que esse aspecto lhe seja comunicado nas mais diferentes situações cotidianas.

O elogio fortalece o que fez de bom, a atitude, como o fazer o tema sem distração, por exemplo.

Todos precisamos nos sabermos e sentirmos importantes, e também precisamos poder ver que somos capazes de muitas coisas boas, de bons desempenhos, e poder reconhecer isso nos outros.

Talvez seja interessante refletir um pouco sobre quem foi a última pessoa que você elogiou. Como tem sido seus elogios? Como vão os elogios para você mesmo?

Por: Silvana Elisa Kloeckner Guimarães

#elogios #exemplo #refletir

0 visualização0 comentário