LARANJO.png

BLOG

OFICIAL

perfil.png

Você pode entrar ou cadastrar uma conta no botão ao lado para interagir com os posts!

É hora de “fechar o balanço”

É chegado o início do ano e, para algumas empresas, o começo da execução de um planejamento feito ao final do ano anterior. Analisar os erros e acertos e buscar o melhor do seu negócio, sobretudo depois de um 2020 marcante e desafiador em todos os sentidos para as pessoas de todo o mundo.

Agora é hora de “fechar o balanço”, não somente o balanço de estoques (atitude muito comum das empresas comerciais), mas sim o exercício social, que é o período no qual as empresas, para atender a legislação fiscal, devem elaborar as demonstrações financeiras, também chamadas de demonstrações contábeis – além disso, mais uma série de declarações devem ser apresentadas nesse período, como RAIS e DIRF.

É imprescindível que, para cumprir tais obrigações, haja um alinhamento completo com a contabilidade através da figura do contador, profissional responsável por auxiliar os empresários nessa demanda.

Mas afinal, o que é e para que servem tais demonstrações?

Demonstrações contábeis são os documentos que toda empresa elabora, ao fim do exercício social, para disponibilizar aos seus usuários (sócios, acionistas), com o objetivo de representar o fluxo contábil e financeiro e também comparar a situação financeira com diferentes períodos.

Balanço patrimonial, demonstração do resultado do exercício, demonstração das mutações do patrimônio líquido, demonstração de fluxo de caixa, demonstração de valor abrangente. Cada uma delas com uma informação diferente, mas que se completam ao final. Dentre todas elas, as mais comuns e mais utilizadas são as duas primeiras:

  1. Balanço Patrimonial – O BP demonstra a situação financeira da empresa no período. É através dele que se observa todos os direitos e obrigações da organização, tais como valores a pagar e receber. É considerada um retrato, pois apresenta um panorama visual que proporciona o conhecimento do patrimônio (ativos e passivos) da empresa. Importante destacar que ele apresenta um cenário estático e não as ações rotineiras da empresa.

  2. Demonstração do Resultado do Exercício – O DRE é um balanço mais completo e de forma simplificada mostra se a empresa está tendo lucro ou prejuízo. Apurando as receitas e despesas, evidencia o resultado formado em determinado período, a partir das ações das empresas.

Muito embora tais demonstrações sejam de fundamental importância para a tomada de decisão, ambas são negligenciadas por alguns empresários. Seja por desorganização administrativa ou por total desconhecimento do empresário.

Mas cabe a nós, contadores, estarmos juntos do empresariado, instruindo e dando o encaminhamento correto para que as empresas se tornem prósperas e duradouras. Afinal, esse é o papel da Ciência Contábil.

Por: Alison Santana

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo